FinalLogo_small

SÉRGIO RAIMUNDO É O VENCEDOR DO CONCURSO LITERÁRIO FIM DO CAMINHO

O júri do Concurso Literário Fim do Caminho, actividade inserida no Festival Fim do Caminho 2016, concluiu e submeteu à organização do concurso, os resultados do mesmo, tendo, o texto: Quando o piano de Barnardo Mavique soprou um la de luto da autoria de Sérgio Raimundo sido o grande vencedor.

Em segundo lugar foi classificado o texto: Os movimentos insondáveis de uma madrugada de Ilídio Roque José e em terceiro lugar: Direitos Humanos de Leonardo Jossai Unguana.

O júri, constituido por Mbate Pedro e Eduardo Quive encontra-se a finalizar a nota técnica que em breve será partilhada nas nossas redes e na imprensa moçambicana.

Parabéns aos vencedores e os nossos agradecimentos vão para todos os moçambicanos que participaram neste concurso, aconselhando a não pararem de dedicar-se ao labor da escrita e da criação no país e no continte africano..

FESTIVAL FIM DO CAMINHO

Concurso Literário Fim do Caminho

 

(Duração: De 15 Março a 15 Maio)

Introdução

O Festival Fim do Caminho é um evento de promoção de cultura, especialmente filmes nacionais e internacionais que versam sobre temáticas educativas. Teve o seu início em 2014 e é realizado no mês de Agosto de cada ano.

Para além das projecções de filmes, o festival envolve um fórum literário com jovens escritores e estudantes de diversos níveis de ensino e uma mesa redonda que discute cinema e literatura.

Neste ano, ao festival será acrescido um concurso de contos que propõem a contar histórias cuja moral seja o combate ao crime.

Este regulamento é referente ao concurso de contos sobre crime, designado: “Concurso Literário Fim do Caminho” que para além de contribuir para a construção de histórias com teor para serem interpretadas no cinema, vai servir para homenagear o famoso escritor de crime e dramaturgo Suceo, Henning Mankell, falecido em 2015 e que durante o seu longo percurso cultural, viveu em Moçambique.

Objectivos

  1. Criar/consolidar hábitos de leitura e escrita na juventude moçambicana
  2. Estimular o espírito da iniciativa livre na juventude
  3. Incentivar a escrita criativa em volta de temas sobre crime ligadas ao contexto moçambicano

Objecto

Este é um concurso de contos escritos por alunos do ensino secundário e que versam sobre criminalidade. Escritores que não são estudantes do ensino secundário também poderão participar.

O tema é uma homenagem ao Henning Mankell, o escritor crime sueco que morreu em 2015. Mankell viveu em Maputo por muitos anos e foi o diretor do Teatro Avenida. Ele é mais conhecido por sua série Wallander, embora alguns de seus outros livros também foram criados em Moçambique.

Idioma: Português
Orientações de Entrada:
concurso aberto a todos os moçambicanos.
Volume Máximo de Páginas:
6 páginas.
Temática:
Crime em Moçambique.

Natureza do Material

Os contos a serem submetidos ao concurso devem ser de autoria, com um máximo de seis páginas A4, digitalizados, escritos com letras Times New Roman (em Microsoft Word), tamanho 12, e com 1.5 de espaçamento.

Devem contar histórias sobre criminalidade que estejam enquadradas a realidade moçambicana.

Participação

Qualquer pessoa pode participar no concurso. Não há taxa de entrada. Envia sua entrada para: literaturafimdocaminho@gmail.com

Faça o download da ficha de inscrição abaixo e siga as instruções.

Ficha de Inscricao

Após o envio, receberá uma mensagem a confirmar a recepção do seu texto que igualmente confirma a sua participação no concurso.

Os vencedores serão anunciados no blog do Festival de Cinema Fim do Caminho, na página oficial do Facebook (Film Festival Fim do Caminho), bem como nos jornais de maior circulação do país. Igualmente far-se-á distribuição do relatório de anúncio de resultados às entidades governamentais que superintendem as áreas de educação e cultura.

Prémios

Primeiro Prémio: 12.000 mt (Doze mil meticais), seis romances africanos clássicos, publicação na próxima antologia crime a ser editada em inícios de 2017 pelo Fim do Caminho.

Segundo Prémio: 7.000 mt (Sete mil meticais), três romances africanos clássicos, publicação na próxima antologia crime a ser editada em inícios de 2017 pelo Fim do Caminho.

Terceiro Prémio: 4000 mt (Quatro mil meticais), dos romances africanos clássicos, publicação na próxima antologia crime a ser editada em inícios de 2017 pelo Fim do Caminho.

Escritores Finalistas: 1.000 mt (Mil meticais) e publicação na próxima Antologia crime a ser publicado no início de 2017 pelo Fim do Caminho.

Cronograma

1 de Março: Publicação do Concurso nos Jornais, Rádio, e Escolas e locais públicos do país.

15 de Março de 2016: Abertura Oficial do Concurso. Inicio do Período de Recepção de textos pelo email: literaturafimdocaminho@gmail.com

15 de Maio de 2016: Encerramento do Processo de Recepção das Candidaturas.

15 de Junho de 2016: Anúncio dos Resultados e Distribuição do Respectivo Relatório do Juri pela imprensa e instituição de ensino e públicas.

Julho de 2016: Cerimónia de Premiação dos Vencedores do Concurso Literário Fim do Caminho.

2017: Publicação de uma Antologia sobre crime pelo Fim do Caminho, com textos de escritores finalistas na competição.

Entidade Promotora

O Concurso Literário Fim do Caminho é organizado pela Teran Foundation, sediada em Mossuril, província de Nampula e patrocinado pela Miles Morland Foundation, uma organização baseada no Reino Unido que oferece suporte a mais de uma dezena de festivais literários de todo o mundo e em África.

O Concurso Literário Fim do Caminho é uma iniciativa do Festival de Cinema “Fim do Caminho” lançado em 2014 pela Teran Foundation na província de Nampula. O ramo literário do festival foi iniciou em 2015 com uma série de debates literários envolvendo escritores moçambicanos, realizadas na Universidade Pedagógica – Delegação de Nampula – Sala do Instituto Camões e no Museu da Ilha de Moçambique.

Membros do Juri:

Os textos serão vistos por uma equipa de profissionais moçambicanos ligados a cultura, educação, arte e comunicação social.

NOTA: Para mais informações, envie um e-mail para: literaturafimdocaminho@gmail.com

INSTRUÇÕES

Termos de Garantia de Transparência do Concurso Literário Fim do Caminho

Como forma de garantir transparência no concurso literário fim do caminho é divulgado este texto para explicação de todo o tratamento que os contos terão até chegar ao júri para efeitos de sua classificação.

  1. No website tem uma ficha de inscrição em que os candidatos deverão preencher e anexar no mesmo email em que poderão enviar o texto, ou seja, ao enviar o conto devem anexar dois ficheiros em word – o primeiro é o respectivo conto e o segundo a ficha de inscrição.
  2. No texto não deverá ser assinado o nome do escritor ou um pseudónimo que tenha utilizado noutras ocasiões. Deverá utilizar um novo pseudónimo no sentido de impedir que o júri conheça os autores dos textos.
  3. O júri só terá acesso aos textos assinados com os pseudónimos anónimos e a equipa do Fim do Caminho ficará com as fichas de inscrição.
  4. Cada texto deverá ter um título para facilitar a localização do seu autor depois da classificação do júri.
  5. Os membros de júri, farão as suas avaliações individuais e posteriormente deverão reunir para cruzar as informações.
  6. O relatório do júri será disponibilizado para a equipa do fim do caminho que vai divulgar no seu Website.
  7. Os vencedores serão anunciados numa gala a ser realizada em Maputo – Capital de Moçambique e no dia seguinte, os nomes estarão disponíveis no website, jornais de maior circulação nacional e website no fim do caminho.
  8. No relatório do júri que também será disponibilizado on-line no website irão constar todos os elementos de avaliação e as condições que ditaram para a classificação de uma das obras.

A ficha de inscrição está disponível para download abaixo.

Ficha de Inscricao (Word)

 

teran-large

 

Miles Morland logo